sábado, 22 de maio de 2010

Terapia do Elogio Verdadeiro – A Motivação Humana Positiva Por Meio do Elogio Sincero:

Hoje nós vivemos num mundo, cuja realidade, apesar de todas as facilidades da modernidade, de fato tem tornado as pessoas cada vez mais frias e distantes: o carinho tem diminuído e mesmo o amor verdadeiro esfriado nas relações. Não se valorizam mais as qualidades que, apesar de serem as mais simples, ao mesmo tempo são aquelas indispensáveis para o equilíbrio e sobrevivência humana. Hoje é comum que as críticas percam o senso construtivo e que as pessoas estejam cada vez mais intolerantes e se desgastem demais supervalorizando os defeitos alheios, antes mesmo de cuidar dos seus próprios.

A ausência de elogio está cada vez mais presente nas famílias, nas escolas, nos ambientes de trabalho, nos grupamentos de interação humana em geral. Não vemos mais homens elogiando sinceramente suas mulheres, ou vice-versa, não vemos chefes elogiando o bom trabalho de seus subordinados, ou vice-versa, não vemos mais pais e filhos se elogiando, amigos, professores e alunos, etc.

A simples ausência de elogios no cotidiano das pessoas comuns tem afetado muito negativamente as relações humanas de maneira geral, mas principalmente a das famílias, nas quais, a falta de sensibilidade e de diálogo nos lares, o excesso de orgulho pessoal, as formalidades de estruturas arcaicas e as correrias do mundo moderno têm impedido as pessoas de expressarem e comunicarem o que sentem e fazendo-as levarem tal carência para dentro dos consultórios, gerando uma necessidade crescente da intervenção de profissionais da emergente área de Programação Neurolingüística.

Vemos pessoas que perdem ou que deixam seus empregos, alunos que se desmotivam e evadem das escolas, professores que procuram fuga em períodos de licenças médicas, casais que se separam e famílias que se desmancham, e mesmo muitos adictos caem em atividades adictivas por motivos simples ligados a essa questão da frieza e falta motivação que um simples elogio poderia trazer.

Por outro lado vemos a valorização de coisas fúteis, o elogio na mídia a artistas e personalidades nem sempre exemplares, o sucesso inexplicável de pessoas que usam a imagem, muitas vez de modo abusivo, ou a religião para ganhar dinheiro e que, por conseqüência são pessoas que por força das circunstâncias têm obrigação de cuidar do corpo, do rosto, da imagem e das aparências. Assim, a terapia do elogio proposta aqui não se trata de inflar o ego de alguém, nem daquela superexposição ao elogio que causa, quase sempre, o orgulho destrutivo e a auto-insatisfação doentia e permanente.

As pessoas comuns, tal como é a maioria dos interlocutores com quem interagimos no nosso dia a dia, precisam se sentir úteis, importantes e relevantes nos contextos de suas vidas, e os elogios têm esse poder! São as pessoas mais simples que carecem verdadeiramente de elogios sinceros que as motivem e é justamente a estas que deixamos de fazê-lo por estarmos apegados a critérios de avaliação distorcidos pelas visões modernas do mundo. Desprezamos sistematicamente valores espirituais e a condição da natureza humana atual e tal que, quando o bem não é exercido, automaticamente o que é mal predomina!

Como professor de cursos técnicos no SENAI-SP por 19 anos eu pude perceber claramente este poder influenciando os processos cognitivos dos meus ex-alunos, principalmente quando, procurava pelo mínimo que houvesse de bom num trabalho de um aluno, que no geral não estava bom, e me concentrava em elogiar aquele detalhe, mesmo que mínimo. Este aluno quase sempre passava então a ter uma visão mais clara e objetiva daquilo que era esperado da parte dele como sendo “bom desempenho” e, então, melhorava não só os seus resultados, mas também a sua dedicação em produzir tais melhores resultados.

Mesmo para os alunos mais destacados, o simples fato de eu ter ressaltado o seu trabalho fazia com que ele ficasse no mínimo emocionado e, quase sempre, muito satisfeito e agradecido. Através do elogio, você reforça os pontos positivos da pessoa e lhe dá maior valor do que os pontos negativos.

O elogio é algo simples de ser praticado e que pode fazer uma diferença considerável no dia a dia das relações humanas, chegando mesmo a transformá-las, e tudo isso apenas com algumas poucas palavras sinceras, claras e objetivas.

Assim, fica o desafio: Vamos começar a ficar mais atentos e atenciosos e começar a valorizar nossas famílias, amigos, alunos, subordinados, etc. Vamos nos dar um pouco mais a prática de elogiar o bom profissional, a boa atitude, a boa ética, a beleza de nosso parceiro ou de nossa parceira, o comportamento de nossos filhos quando eles, com esforço, acertam.

Vamos procurar observar o que as pessoas gostam. O bom profissional, o bom filho, o bom pai ou a boa mãe, o bom aluno, o bom amigo, a boa dona de casa, a boa esposa, o bom marido, o bom chefe de família, a mulher e o homem que se cuidam, todos gostam de ser reconhecidos e elogiados de vez em quando. Vamos então buscar vivermos numa sociedade em que cada um reconheca que precisa um do outro, que é impossível a uma pessoa viver sozinha e que os elogios podem ser uma excelente motivação na vida de qualquer pessoa.

Quem você já elogiou hoje? Quantas pessoas você poderá fazer feliz hoje elogiando de alguma forma sincera? O que está esperando então, dê o primeiro passo e elogie alguém hoje, mas só vale se for um elogio sincero.

Eu começo então: “Você, amado leitor ou leitora, só por ter tido a paciência e a atenção de chegar até este ponto deste texto, já é considerado por mim, com certeza, como alguém muito especial, e pode acreditar que o mundo fica mais bonito por você existir (e eu louvo a Deus por isso)! Pra que me serviria, o tempo despendido em tudo de bom que eu tentei expressar aqui se não fosse por acreditar que por meio de pessoas maravilhosas como você é que a vida humana possa vir, passo a passo, dia a dia, a se tornar melhor.”
Licença Creative Commons
Este trabalho de André Luis Lenz, foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
 
Licença Creative Commons
Este trabalho de André Luis Lenz, foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.